sábado, 28 de junho de 2008

Parecer sobre o amor (que se modernizou)

O amor hoje quase nem tem valor,
se comparado ao preço de outras coisas.
Na sociedade vale a pena pagar pelo caro.
Moral, por exemplo, vale tanto que nem sobra troco pro amor,
mas assim você terá uma boa posição.
Amor quase não é considerado,
vale nada se você quiser ter boas aparências.
Pois essa sim, vale algo pra te manter ao menos nos lugares respeitados.
Tá tão desvalorizado que se descarta um aqui
e logo se consegue outro ali
e sem remorso,
afinal a dor passa assim que você pagar a conta do preço das coisas ditas essenciais.
Não tem jeito, lhe disseram que tem pagar à primeira vista.
Você nem vai querer se preocupar como que abandonou as paixões...
Tem que ir em frente, correr atrás dos compromissos,
das coisas que valem a pena quando você será reconhecido,
dizem que até recompensado,
pelo esforço.
Ou talvez tudo seja apenas um subterfúgio para se esquecerem o quanto são covardes ao amar...

( De meados de 2007 e revisto em meados de 2008, só podia ser... )

Um comentário:

Doutor disse...

De meados de 2007.

Caro Atom,

Parece que o amor virou mais um produto; desses que se compra por aí para desfilar até sair de moda. Amor é coisa fácil. Som. Símbolo Fonético. Conheço um cara que amou 12 garotas numa mesma noite. Os sentimentos se modernizam. Estão sendo transformados num inseto horrível: dorso duro e inúmeras patas.
Onde foi parar o "Banal,mas nada de bacanal" ??